Header Ads

Após 43 tentativas, ele foi aprovado para Juiz

Não foi fácil e nunca será fácil passar em concursos públicos. Porém com fé, dedicação e persistência, qualquer pessoa é capaz de chegar lá.
Mais um excelente exemplo é a história do juiz Fábio Augusto Branda. Ele prestou nada mais nada menos que 43 concursos públicos até conseguir a sonhada aprovação e passar a integrar o corpo de magistrados da Justiça do Trabalho em Minas Gerais.
Ao todo, foram 10 anos de preparação que incluíram estudos e provas até que a aprovação chegasse à sua porta.
Recomendado para você:
Após 43 tentativas, ele foi aprovado para Juiz

Veja que frase impactante proferida pelo Juiz:
Se eu tivesse desistido, iria ter perdido este tempo. Como não desisti, valeu como experiência.
Atualmente, nosso exemplo de dedicação é juiz auxiliar da 70ª Vara do Trabalho do Fórum Ruy Barbosa no Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região.

Degraus

Como muitos concursandos fazem no Brasil, Fábio passou cedo para o cargo de atendente judiciário da Justiça do Trabalho.
Depois de se formar em Direito, tornou-se analista e, por já atuar no Judiciário, tinha que lidar com a pressão dos pares.

Pressão de todos os lados

Os concurseiros têm que lidar com várias pressões diariamente. Uma dessas pressões é aquela velha frase: e aí, já passou?
Com o Fábio não foi diferente. Veja o que ele disse:
As pessoas em volta, no tribunal, liam o Diário Oficial e sabiam que eu não tinha passado. Era uma cobrança social muito grande e minha também.

Abnegação

Fazer uma série de concursos no Brasil requer o dispêndio de muitos recursos financeiros. Para contornar esse problema, Fábio adotou medidas drásticas.


Para poder prestar os concursos ao redor do país, o juiz teve de vender um carro e chegou a voar com passagens adquiridas por um colega que tinha milhas sobrando.


Foco no objetivo

Como mensagem principal aos concurseiros, Branda diz que é preciso ter foco. Ele alerta que:
Não dá para fazer todos os concursos: juiz do trabalho, juiz estadual, juiz federal. A matéria é muito ampla e você vai se perder.
Ele continua dizendo também que o candidato tem que acreditar que vai dar certo e ter perseverança.
Se eu passei, todo mundo pode passar. Só não pode achar que não é para você. Tem que fazer sua parte, estudar, seguir o edital do concurso e tentar. Na hora que você vencer você mesmo, você consegue passar.
As informações foram fornecidas pelo próprio juiz, em entrevista concedida ao site Jota Info. Clique aqui e veja a entrevista completa.

Nenhum comentário: