Header Ads

Após suspeita de Fraude e Prisão de Candidatos, Concurso da PMPI é Anulado!



O concurso para o cargo de soldado da Polícia Militar do Piauí (PMPI), cujas provas ocorreram neste último domingo (22/05/2017) foi anulado por suspeita de fraudes. 
No total, 12 candidatos foram presos.
Entre os absurdos flagrados nos centros de aplicações de provas estão: celular na cueca e o suposto gabarito em um pacote de biscoito. 
A anulação partiu do Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos (Nucepe), organizador do certame, em conjunto com a Secretaria de Segurança Pública.
Segundo o Comandante da Polícia Militar do Piauí, Carlos Augusto, as questões de português vazaram
O coronel informou ainda que novas provas serão aplicadas no prazo de 30 dias. Contudo, não haverá reabertura de prazo de inscrições.


Declaração do Comandante da PMPI.

"Vamos fazer uma força tarefa com o Nucepe para elaborar a prova. Novas medidas de segurança serão adotadas, inclusive internas, para evitar novas fraudes. O importante aqui é para os demais candidatos que se prepararam e também tiveram prejuízos, mas prejuízo maior seria continuar com algo que teve suspeita de fraude logo no início. Vamos repetir as provas quantas vezes forem necessárias".
Ao todo, 32.010 candidatos se inscreveram para disputar 480 vagas ofertadas para o cargo público de soldado da PMPI.

Fraude reincidente.

No ano de 2013, também foi anulado o concurso para o mesmo cargo da PMPI. A anulação ocorreu após a operação certame, em que 4 pessoas foram presas. 

Veja abaixo a reportagem completa sobre a anulação do concurso:



Notícias relacionadas:
De faxineira a juíza: magistrada lança livro.
O que estudar para Concurso Público?
Melhores cargos públicos.

Nenhum comentário: