Header Ads

Exercícios de Português para Concursos.

Neste artigo, vamos resolver muitos exercícios de português para concursos
Treinar é fundamental para que possamos fixar todos os conteúdos estudados.
Veremos questões de concursos elaboradas por várias bancas organizadoras, tais como: CESPE, FCC e ESAF.


Todas as questões contêm gabarito oficial, de acordo com a banca, e comentários adicionais.
Leitura recomendada:






Vamos começar com uma prova elaborada pelo CESPE para o cargo de Delegado de Polícia Civil de Goiás.
Os exercícios de português quase sempre são iniciados com textos, por isso, você deve se familiarizar com eles. Pratique a leitura!

Texto CB1A1AAA
A diferença básica entre as polícias civil e militar é a essência de suas atividades, pois assim desenhou o constituinte original: a Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 (CF), em seu art. 144, atribui à polícia federal e às polícias civis dos estados as funções de polícia judiciária — de natureza essencialmente investigatória, com vistas à colheita de provas e, assim, à viabilização do transcorrer da ação penal — e a apuração de infrações penais.
Enquanto a polícia civil descobre, apura, colhe provas de crimes, propiciando a existência do processo criminal e a eventual condenação do delinquente, a polícia militar, fardada, faz o patrulhamento ostensivo, isto é, visível, claro e perceptível pelas ruas. Atua de modo preventivo-repressivo, mas não é seu mister a investigação de crimes. Da mesma forma, não cabe ao delegado de polícia de carreira e a seus agentes sair pelas ruas ostensivamente em patrulhamento. A própria comunidade identifica na farda a polícia repressiva; quando ocorre um crime, em regra, esta é a primeira a ser chamada. Depois, havendo prisão em flagrante, por exemplo, atinge-se a fase de persecução penal, e ocorre o ingresso da polícia civil, cuja identificação não se dá necessariamente pelos trajes usados. Guilherme de Souza Nucci. Direitos humanos versus segurança pública. Rio de Janeiro: Forense, 2016, p. 43 (com adaptações).

Exercício de Português 01.

Infere-se das informações do texto CB1A1AAA que
a) o uso de fardamento pela polícia militar é o que a diferencia da polícia civil, que prescinde dos trajes corporativos.
b) a essência da atividade do delegado de polícia civil reside no controle, na prevenção e na repressão de infrações penais.
c) ao delegado de polícia cabe a condução da investigação criminal e a apuração de infrações penais.
d) a tarefa precípua dos delegados de polícia civil e de seus agentes é o patrulhamento ostensivo nas ruas.
e) a função de polícia judiciária concretiza-se no policiamento ostensivo, preventivo e repressivo.

Esta questão cobra apenas interpretação de texto.

Letra a. Errada. O texto afirma logo no início que a diferença básica entre as polícias civil e militar é a essência de suas atividades. Ou seja, a principal diferença é que a Polícia Civil apura os crimes e a Polícia Militar é responsável principalmente pela prevenção dos delitos.
Letra b. Errada. Essencialmente, Delegado de Polícia não previne crimes. A prevenção de crimes é atribuição da Polícia Militar.
Letra c. Correta. As atribuições do Delegado de Polícia são exatamente as mencionadas na questão: investigação criminal e a apuração de infrações penais.
Letra d. Errada. O patrulhamento ostensivo (prevenção) é atribuição da Polícia Militar.
Letra e. Errada. A função da polícia judiciária se concretiza na apuração (investigação) de crimes. Prevenção cabe à Polícia Militar.
Gabarito: letra c.

Exercício de Português 02.

O texto CB1A1AAA é predominantemente

a) injuntivo.
b) narrativo.
c) dissertativo.
d) exortativo.
e) descritivo.

Letra a. Errada. Texto injuntivo nada mais é do que um texto que expõe instruções. Por isso, ele também pode ser denominado texto instrucional. Podemos reconhecer um texto injuntivo através da sua característica marcante: a presença de verbos no modo imperativo ou de outros elementos que indiquem ordem, orientação ou sugestão. Nestes textos, predomina a função de linguagem conativa ou apelativa, através da qual se tenta convencer o receptor da mensagem a atender a vontade do emissor. Ex.: receita culinária. O texto referido na questão não é injuntivo.
Letra b. Errada. Texto narrativo é aquele que expressa ações de personagens em determinado período. Também não é o caso do nosso texto.
Letra c. Correta. Texto dissertativo é escrito em prosa (clique aqui e saiba a diferença entre prosa e poesia). A dissertação é construída com a exposição de argumentações, provas, exemplos etc. O texto em análise traz vários argumentos para explicar a diferença entre as polícias civil e militar. Por isso, a letra c é o gabarito.
Letra d. Errada. Texto exortativo assemelha-se a um texto injuntivo. A diferença é que o texto exortativo tenta convencer o leitor a adotar determinado comportamento. Ex.: texto publicitário.
Letra e. Errada. Texto descritivo é aquele que expõe detalhadamente as características de determinadas pessoas ou coisas. O texto em foco não é descritivo.
Gabarito: letra c.


Texto CB1A1BBB 
1           A principal finalidade da investigação criminal, 
      materializada no inquérito policial (IP), é a de reunir elementos 
      mínimos de materialidade e autoria delitiva antes de se 
4    instaurar o processo criminal, de modo a evitarem-se, assim, 
      ações infundadas, as quais certamente implicam grande 
      transtorno para quem se vê acusado por um crime que não 
7    cometeu. 
              Modernamente, o IP deixou de ser o procedimento 
      absolutamente inquisitorial e discricionário de outrora. 
10  A participação das partes, pessoalmente ou por seus advogados 
      ou defensores públicos, vem ganhando espaço a cada dia, com 
      o objetivo de garantir que o IP seja um instrumento imparcial 
13  de investigação em busca da verdade dos fatos. 
              Acrescente-se que o estigma provocado por uma ação 
      penal pode perdurar por toda a vida e, por isso, para ser 
16  promovida, a acusação deve conter fundamentos fáticos 
     e jurídicos suficientes, o que, em regra, se consegue por meio 
     do IP. 

Referência do texto: Carlos Alberto Marchi de Queiroz (Coord.). Manual de polícia judiciária: doutrina, modelos, legislação. 6.ª ed. São Paulo: Delegacia Geral de Polícia, 2010 (com adaptações).

Exercício de Português 03.

No texto CB1A1BBB, uma ação que se desenvolve gradualmente é introduzida pela

a) forma verbal “implicam” (l.5).
b) locução “vem ganhando” (l.11).
c) forma verbal “garantir” (l.12).
d) locução “pode perdurar” (l.15).
e) forma verbal “reunir” (l.2).

Letra a. Errada. O verbo implicar está no presente do indicativo e, por isso, não expressa uma ação gradual.
Letra b. Correta. O verbo ganhar está no gerúndio e, por isso, expressa um ação gradual.
Letra c. Errada. O verbo garantir está no infinitivo. Não expressa ideia de ação gradual.
Letra d. Errada. O verbo perdurar está no infinitivo. Não expressa ideia de ação gradual.
Letra e. Errada. O verbo reunir está no infinitivo. Não expressa ideia de ação gradual.
Gabarito: letra b.


Exercício de Português 04.

Nas orações em que ocorrem no texto CB1A1BBB, os elementos “assim” (l.4) e “por isso” (l.15) expressam, respectivamente, as ideias de

a) consequência e consequência.

b) finalidade e proporcionalidade.
c) causa e consequência.
d) conclusão e conclusão.
e) restrição e conformidade.

Os elementos textuais "assim" e "por isso" expressam a ideia de conclusão.
Note que se substituíssemos os referidos elementos pela conjunção conclusiva "portanto", as respectivas orações ainda estariam corretas.
Gabarito: letra d.


Exercício de Português 05.

(FCC-2016-TRT-24-Analista) Quanto à concordância padrão, está escrita corretamente a frase:
a) O homem sempre buscou capturar o instante em imagens, e isso nunca foi tão fácil quanto hoje, quando o ato de registrar se tornou mais importante que o próprio registro.

b) Atualmente, constata-se muitas maneiras de compartilhar informação, mas nenhum meio de comunicação vem se mostrando tão poderoso quanto as redes sociais.

c) Em meados da década passada, fotografar alimentos envolviam uma série de questionamentos que parecem não fazer mais sentido na sociedade dos dias de hoje.

d) Em 2016, uma pesquisa com usuários da internet concluiu que algumas pessoas que postam excessivamente nas redes sociais o faz por necessidade de aprovação.

e) Decidir entre devorar ou clicar têm perturbado aqueles que oscilam entre desfrutar o momento da refeição e partilhá-lo, ainda que a distância, com amigos e familiares.

Esta é uma excelente questão. Além de cobrar conhecimentos acerca de concordância, a Fundação Carlos Chagas (FCC) nos leva a verdadeiras reflexões filosóficas.
Letra a. Correta. A frase está plenamente de acordo com a norma culta da língua portuguesa.
Letra b. Errada. O verbo constatar deve concordar com o sujeito muitas maneiras. Como o sujeito (muitas maneiras) está no plural, o verbo também deve estar no plural. Assim, o correto seria: "Atualmente, constatam-se muitas maneiras..."
Letra c. Errada. O verbo envolver deve estar no singular, pois o sujeito é fotografar alimentos (singular).
Letra d. Errada. O verbo fazer deve ser flexionado para o plural porque são as pessoas (plural) que postam excessivamente nas redes sociais. Ou seja, são as pessoas que fazem isso .
Letra e. Errada. O item apresenta dois erros. Primeiro: a expressão à distância deve ser escrita com acento indicativo de crase. Segundo: o verbo ter não pode receber acento circunflexo, pois o sujeito é oracional e está no singular (decidir entre devorar ou clicar). O verbo ter somente recebe acento quando concorda com o sujeito na terceira pessoa do plural. Ex.: Os políticos têm muita influência.
Gabarito: letra a.


Exercício de Português 06.

(FCC-2016-TRT-24-Técnico) O artesanato, uma das mais ricas expressões culturais de um povo, no Mato Grosso do Sul, evidencia crenças, hábitos, tradições e demais referências culturais do Estado.
No contexto, o trecho destacado veicula a ideia de

a) explicação.
b) proporção.
c) concessão.
d) finalidade.
e) conclusão.

A expressão entre vírgulas uma das mais ricas expressões culturais de um povo explica o que é o artesanato. 
Esta expressão em destaque é chamada de aposto e expressa a ideia de explicação.
Gabarito: letra a.

Exercício de Português 07.


(FCC-2016-TRT-24-Técnico) Está na voz passiva o verbo do seguinte fragmento do texto:

a) É produzido com matérias primas da própria região... (2o parágrafo)

b) Essa cultura estadual retrata, também, uma mistura de várias outras contribuições das muitas migrações... (1o parágrafo)

c) A cultura de Mato Grosso do Sul é o conjunto de manifestações artístico-culturais... (1o parágrafo)

d) O artesanato, uma das mais ricas expressões culturais de um povo, no Mato Grosso do Sul, evidencia crenças, hábitos, tradições e demais referências culturais do Estado. (2o parágrafo)

e) As peças em geral trazem à tona temas referentes ao Pantanal e às populações indígenas... (3o parágrafo)
Letra a. Correta. O verbo produzir está na voz passiva. Algo é produzido.
Letra b. Errada. O verbo retratar está na voz ativa.
Letra c. Errada. O verbo ser está na voz ativa. É o conjunto de manifestações...
Letra d. Errada. O verbo evidenciar está na voz ativa.
Letra e. Errada. O verbo trazer está na voz ativa.
Gabarito: letra a.

Exercício de Português 08.

(FGV-2017-ALERJ) Entre as frases abaixo, aquela que é integralmente construída em linguagem formal é:

a) “Quem inventou o trabalho não tinha o que fazer”. (Barão de Itararé)

b) “Bom de briga é aquele que cai fora”. (Adoniram Barbosa)

c) “Você não se preocupava com o que as pessoas pensam de você, se soubesse como é raro elas fazerem isso”. (Olin Miller)

d) “Você não pode colocar uma etiqueta de preço no amor, mas pode colocar ela em todos os seus acessórios”. (Nouailles)

e) “Vive cada dia como se fosse o último, pois tenha certeza de que um dia desses vai ser mesmo”. (Alfred Newman)


Letra a. Correta.
Letra b. Errada. A expressão cai fora é coloquial.
Letra c. Errada. O correto é: você não se preocuparia (futuro do pretérito).
Letra d. Errada. O correto é: mas pode colocá-la...
Letra e. Errada. O correto é: Viva cada dia...
Gabarito: letra a.

Exercício de Português 09.

(FGV-2017-ALERJ) As relações semânticas entre palavras e expressões de um texto são identificadas por sinonímia, antonímia, hiponímia, homonímia e polissemia.
A relação abaixo, do segundo em relação ao primeiro vocábulo, que exemplifica hiponímia é:

a) contente/satisfeito;
b) serrote/ferramenta;
c) sábia/sabiá;
d) emigrar/imigrar;
e) autor/shakespeare.
Letra a. Errada. A relação entre contente e satisfeito é denominada sinonímia, pois as palavras citadas possuem significados semelhantes.
Letra b. Errada. A relação entre serrote e ferramenta é denominada hiperonímia, pois vai do específico para o genérico. Serrote é umas das ferramentas existentes.
Letra c. Errada. Sabiá e sabia são parônimos (relação de paronímia). Note que as grafias são parecidas, mas não idênticas. Na palavra sabiá existe um acento agudo.
Letra d. Errada. Emigrar e Imigrar são relacionadas como antônimos (relação de antonímia), pois têm significados opostos.
Letra e. Correta. Autor e Shakeaspeare representam uma relação de hiponímia, pois vai do genérico para o específico. Existiram vários autores (genérico), dentre os quais, Shakeaspeare (específico).
Gabarito: letra e.


Exercício de Português 10.

(FGV-2017-ALERJ) Uma carta de leitor do jornal O Globo mostrava o seguinte texto em 1988: “Levando um amigo ao Hospital Souza Aguiar, notei uma dedicação heróica dos médicos no trabalho nocturno. Um dos atendimentos de urgência necessitava de uma vacina antirrábica, que não havia em estoque, mas que foi rapidamente adquirida. Ainda se vêem profissionais como antigamente e minha idéia é divulgar esse trabalho para servir de exemplo”. (O Globo, 02/10/1988)
Segundo o sistema ortográfico oficial vigente em 2013, o vocábulo que está corretamente grafado é:

a) heróica;
b) nocturno;
c) antirrábica;
d) vêem;
e) idéia. 


Letra a. Errada. Após a vigência do novo acordo ortográfico, palavras paroxítonas com ditongos "ei", "oi" e "eu" perderam o acento.
Letra b. Errada. A palavra nocturno não existe no vocabulário ortográfico da língua portuguesa. Ela está errada.
Letra c. Correta. Antes do acordo ortográfico, escrevia-se: anti-rábica. Mas, com a vigência da nova regra, deve-se escrever: antirrábica (dobrando-se o r).
Letra d. Errada. Após a vigência do novo acordo ortográfico, os verbos crer, dar, ler, e ver, na terceira pessoa do plural, perderam o acento.
Letra e. Errada. Após a vigência do novo acordo ortográfico, palavras paroxítonas com ditogos "ei", "oi" e "eu" perderam o acento.
Gabarito: letra c.
Bem meus amigos, encerramos aqui os nossos exercícios de português para concursos.
Em breve, estaremos publicando mais exercícios. Até a próxima.
Leia também: