Header Ads

Otimize seus estudos para Concursos através das Cores!

COM ESTE PEQUENO TESTE, VOCÊ PERCEBE QUE AS CORES  PODEM AFETAR, SERIAMENTE, SEU APRENDIZADO, ENTÃO, USE-AS A SEU FAVOR. NESTE CASO, ESTOU MOSTRANDO QUE AS CORES ESTÃO TE ATRAPALHANDO. SE ATRAPALHAM AGORA, ELAS PODEM AJUDAR TAMBÉM. TUDO DEPENDE DA FORMA PELA QUAL USAMOS AS CORES.

COM ESTE PEQUENO TESTE, VOCÊ PERCEBE QUE AS CORES PODEM AFETAR, SERIAMENTE, SEU APRENDIZADO. ENTÃO, USE-AS A SEU FAVOR. NESTE CASO, ESTOU MOSTRANDO QUE AS CORES ESTÃO TE ATRAPALHANDO. SE ATRAPALHAM AGORA, ELAS PODEM AJUDAR TAMBÉM. TUDO DEPENDE DA FORMA PELA QUAL USAMOS AS CORES.
Leitura recomendada:
Técnicas de Memorização Infalíveis para Concursos.
Curso preparatório para concurso vale à pena?

Introdução.
Memorizar leis, artigos, prazos, gramática, fórmulas e outros temas não é tarefa fácil. A missão se torna ainda mais árdua quando sabemos que, além de memorizar os conteúdos, precisamos guardá-los na memória permanente de nosso cérebro. 
Afinal, na hora da prova, é necessário um vasto conteúdo armazenado para se acertar o maior número de questões possível.
Por esta razão, nem sempre quem  passa em concursos públicos é aquele que estuda mais. Passa quem estuda melhor.
Estudar melhor é acumular conhecimento de forma inteligente e eficiente. Para isso, os concurseiros se utilizam de várias técnicas que são altamente producentes.

Uma das formas de se aumentar o rendimento nos estudos é explorar uma região do nosso cérebro que gerencia a percepção das cores. Portanto, devemos aguçar a nossa memória visual. 


Pesquisadores da University of British Columbia (UBC) avaliaram o comportamento de 600 pessoas que executaram tarefas que exigiam atenção a detalhes (como revisão de textos) e outras que exigiam criatividade (como resolver um problema). Eles se saíram melhor nos testes que exigiam atenção aos detalhes, quando o plano de fundo do computador que estavam usando era vermelho, e apresentaram melhor resultado nos testes de criatividade quando o plano de fundo era azul. Os resultados da pesquisa foram publicados na Science Express em 6 de fevereiro. Veja a matéria completa no site Scientific American Brasil. 

Veja que a cor vermelha aumentou o índice de atenção, enquanto a cor azul aumentou o índice de criatividade das pessoas submetidas ao experimento.


Técnicas.

Como já escrevemos em outra oportunidade, não existe método ideal para aumentar o aprendizado. 
Cada estudante deve buscar a forma que lhe traz o maior custo/benefício quando se trata de absorção e memorização de conhecimentos.
No entanto, vamos sugerir técnicas relacionadas ao uso das cores, as quais podem ser muito úteis se aplicadas corretamente. 


Prazos.



Como até mesmo os concursos de nível médio estão cobrando conhecimentos jurídicos, é importante que o concurseiro estude, no mínimo, Noções de Direito. 

Desde já, deve ficar claro que não há como estudar a ciência jurídica (principalmente quando direcionada aos Concursos Públicos) sem estudar prazos. 
As bancas examinadoras abordam demais este assunto, sobretudo a Fundação Carlos Chagas. 
Observe como o tema em foco é cobrado, através de uma questão de concurso anterior:



Perceba que a questão é de simples resolução, desde que o candidato tenha memorizado o prazo da prisão temporária, que é de 5 dias prorrogáveis por igual período, de acordo com o Art. 2º, caput, da Lei nº 7.960/89.

Sabendo disso, para facilitar a sua memorização, você pode utilizar uma cor específica para os principais prazos estudados. 

No seu Vade Medum (para aqueles que não são da área do Direito: Vade Mecum é um livro contendo uma compilação de Leis, Súmulas e Regulamentos diversos) você deve sempre relacionar um prazo específico a uma cor previamente escolhida.

Por exemplo:


5 dias - AMARELO

10 dias - VERDE
15 dias - LARANJA
30 dias - AZUL



Sempre pinte o prazo relacionado com a cor específica. Desta forma, você dobra as chances de memorização. Antes, por exemplo, para memorizar um prazo de 5 dias, seu cérebro só tinha o número 5 para ajudá-lo a guardar esse prazo. Agora ele tem o número 5 e a cor AMARELA.

O mais fantástico é que, quando você for reler o artigo nas suas revisões, seu cérebro destacará imediatamente a cor antes da leitura do texto. 
Com a prática, esse método duplica a facilidade de memorização. Vale muito a pena utilizá-lo.


Categorias.



Também é possível a utilização das cores para categorizar os conteúdos a serem estudados. 
Por exemplo, se você está estudando matérias jurídicas, é possível relacionar as cores com os seguintes conteúdos...

Leis - AMARELO

Doutrina - VERDE
Súmulas - LARANJA
Regulamentos - AZUL

Ao resolver questões, você pode pintar as questões na prova que estiver respondendo. Assim, você saberá se a questão está cobrando conhecimentos da lei ou de jusrisprudência apenas olhando para a cor.

No estudo da informática, o concurseiro pode categorizar os navegadores desta forma:
Internet Explorer - AMARELO
Google Crome - VERDE
Mozila Firefox - LARANJA
Safari - AZUL

No estudo da gramática, o método também se aplica. Podemos ilustrar com a classificação dos verbos, veja...
Verbo Transitivo Direto - AMARELO
Verbo Transitivo Indireto - VERDE
Verbo Transitivo Direto e Indireto - LARANJA
Verbo Intransitivo - AZUL

Além destes exemplos, você também pode esquematizar seus conteúdos, de acordo com a sua criatividade. Isto, além de ser eficiente, torna-se divertido.


Bancas examinadoras.



Pode-se ainda relacionar determinados conteúdos com bancas examinadoras específicas. A maior vantagem desta técnica é que, após estudar a matéria e aplicá-la, você descobre quais conteúdos são priorizados por determinadas bancas separadamente. 

Contudo, esse método deve ser executado juntamente da resolução de questões.

Não deixe de ler: Detonando Questões FCC: Licitações
Exemplificando...

Ao estudar a gramática, com teoria e exercícios, você pinta as questões em que foi cobrado o tema CRASE. Observe qual banca organizadora formulou cada questão e pinte-a com a cor correspondente.

Ao final do seu estudo, por exemplo, se você perceber uma predominância da cor amarela, você saberá facilmente que este tema é querido pela FCC. 
Se predominar a cor laranja, verá que a ESAF também costuma cobrar o tema.

FCC - AMARELO
CESPE - VERDE
ESAF - LARANJA
FGV - AZUL

Outro exemplo: ao estudar o Art. 5º da Constituição Federal, você deve resolver algumas questões do CESPE e, simultaneamente, pintar os incisos deste artigo cobrados pelo examinador. 
Neste caso, os assuntos das questões devem ser localizados no Art. 5º e pintados de Verde. Assim, você descobre quais dos incisos do Art. 5º são prioritários para esta banca.
Clique aqui e conheça o meu e-book de questões comentadas sobre o Art. 5 da CF/88. São 50 questões das bancas mais importantes do país.


Ordem de Importância.

Também seria uma boa escolha catalogar os assuntos de acordo com a sua ordem de importância para você. 
Neste caso, a técnica torna-se personalizada. Algumas pessoas podem considerar determinado tema importante porque é o de que mais gosta. Outras podem considerar importante a matéria da qual têm menos domínio. 
Vamos ilustrar novamente...

Assunto que errei na última prova - AMARELO

Preciso exercitar este tema - VERDE
Tema recorrente no meu concurso - LARANJA
Tenho dificuldade em aprender este assunto - AZUL

Ao analisar o edital publicado, referente ao seu próximo concurso, você pode observar os conteúdos nele previstos e ir pintando aqueles que você acha que são os mais importantes, levando-se em consideração o que já foi cobrado em outros certames anteriores.

Mas cuidado para não cometer o erro que alguns concurseiros cometem ao tentarem usar as cores...achar que tudo é importante.
O resultado do erro seria o seguinte...



Já dizia o velho ditado: "tudo demais é veneno". 😅
Sugerimos que você somente marque o que é importante a partir da segunda leitura do texto!


Conclusão.

Nós concurseiros sabemos que algumas bancas cobram detalhes em prova capazes de tirar qualquer um do sério. 
Por isso, é imprescindível a adoção de técnicas para facilitar o domínio dos assuntos cobrados nos certames.
E a técnica do uso das cores não pode ser ignorada por aqueles que estão na briga acirrada pelos cargos públicos.
Esperamos que este artigo tenha ajudado você a pensar em novas formas de aumentar o seu rendimento nos estudos, aumentando a sua criatividade para obter maior eficiência. 
Caso queira aprender como desenvolver mais técnicas de memorização, clique aqui.

Se você gostou das dicas, compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais, pois o conhecimento só se multiplica quando é dividido! Forte abraço.
A luta continua...
Paciência e Persistência.