Header Ads

Estudar não é suficiente para passar em um Concurso Público


Caro(a) amigo(a) concurseiro(a), mudamos nosso blog para uma nova plataforma, segue o link


Este artigo evoluiu para um E-Book de mais de 20 páginas, o qual contém várias dicas e estratégias fundamentais para auxiliar a sua preparação. Para baixá-lo, basta cadastrar seu email e receber o E-Book gratuitamente. Aproveite e bons estudos.


O início

Muitos concurseiros iniciantes ingressam no mundo dos concursos sem nenhuma estratégia e sem planejamento algum. Muitos começam a estudar sem sequer escolher um cargo específico. Vale o ditado que diz que para quem não sabe aonde ir, qualquer lugar serve.

Em um primeiro momento, isso não parece um problema tão grave, haja vista que, em regra, os concursandos estão motivados com as novidades relacionadas às matérias estudadas. Neste momento, ainda não há decepções com reprovações em concursos públicos. Outro fator importante é que o estudante começa priorizando os conteúdos de que mais gostam.

A rotina


O problema tende a se agravar quando o concurseiro prioriza somente os conteúdos dos quais gosta e se torna "expert" neles. Assim, adquire-se a sensação que será fácil passar no primeiro certame que aparecerá.

Perceba que, nesta altura do campeonato, o concurseiro já deve ter estudado meses ou até anos. Ressalvados os casos em que o estudante passa na primeira tentativa, a maioria enfrenta as primeiras decepções. As primeiras reprovações são devastadoras na vida de quem ainda não adquiriu a segurança necessária. Vêm à tona sentimentos negativos como ansiedade, falta de autoconfiança e desequilíbrio emocional.

É neste momento que os sintomas da falta de estratégia e de planejamento ficam mais patentes. Você já deve ter ouvido falar de alguém que estuda há anos e não consegue passar. De uma coisa, eu tenho certeza: ninguém passa porque é gênio, assim como ninguém deixa de passar porque é burro.

A diferença entre os resultados encontra-se na PREPARAÇÃO adequada. Veja que eu não me refiro somente ao estudo em si. Estudar é essencial para todos que passam, porém não será o suficiente se você não cuidar de fatores atrelados ao mero acúmulo de conhecimento.

As Estratégias

A fim de evitar o desastre do desequilíbrio emocional, faça uma autoanálise. Se você é um concurseiro iniciante, use as dicas seguintes para facilitar a sua caminhada no terreno arenoso dos concursos públicos. Se você já é um concurseiro experiente, faça uma autoanálise urgente e repense a sua rotina. Einstein dizia que "Insanidade é fazer sempre a mesma coisa várias e várias vezes, esperando obter um resultado diferente".

Não há o método de estudos ideal. Se alguém te disse isso, ESQUEÇA! Temos que respeitar nossa individualidade. Muitos gostam estudar apenas lendo, outros preferem usar a memória audiovisual, assistindo a videoaulas. Há quem consiga render nos estudos, realizando resumos. Outros não. Existem também adeptos ao estudo aliado ao uso de músicas. Outros não suportam esta ideia.

Assim, procure se certificar do melhor método para você. Veja a forma que lhe traz maior eficiência. Como fazer isso? Através de questões, estude determinada matéria e resolva muuuuiiiitas questões relacionadas, medindo seu desempenho de forma objetiva.

Aqui no blog, sempre estaremos publicando questões comentadas das principais bancas examinadoras, veja: Detonando Questões.

Estabeleça uma meta. Defina qual ou quais são os concursos almejados a curto, médio e longo prazo. O ideal é estudar com foco em um concurso específico, mas se você optar por mais de um, escolha aqueles que cobram conteúdos semelhantes nas provas. Desta maneira, seu desempenho aumenta consideravelmente e as chances de passar melhoram muito.

Observe e analise também o local e os seus horários de  estudos. Veja se você estuda em posição confortável e se o local é iluminado. Isso tudo interfere nas HBCs (horas de bunda na cadeira, rsrsr). Além do mais, quanto menos desconforto você sentir enquanto estuda, maior a sua concentração e, consequentemente, maior o seu desempenho.

Se fosse possível reproduzir o que é preparação em uma fórmula matemática, eu diria que ela seria assim:

PREPARAÇÃO = ESTUDO + ESTRATÉGIA + CONTROLE EMOCIONAL + MOTIVAÇÃO

A Motivação


De nada adiantará estudar com estratégia, se você não se mantiver firme e dedicado na sua preparação. Para conseguir isso, procure ler depoimentos de pessoas que enfrentam ou enfrentaram as mesmas angústias que você. Pessoas que também se abstêm ou se abstiveram de festas, churrascos, praia, carnavais e outras atividades, em prol de passar no concurso público almejado.

Nesta fase, você tem que pensar como Raul Seixas, que na música ouro de tolo, afirmava: "Ah! Mas que sujeito chato sou eu. Que não acha nada engraçado. Macaco praia, carro, jornal, tobogã. Eu acho tudo isso um saco." Quando, for concursado, você volta ao normal. :-)

Assim como este artigo, estaremos sempre publicando dicas motivacionais e entrevistas com concurseiros que atingiram o sucesso nesta empreitada. Veja: Motivação.

O êxito



Se você se preparar adequadamente, a vitória é certa. Afinal, por que não seria assim?! Não se pode definir o lapso temporal, mas podemos afirmar que você vencerá seguramente. 

Lembre-se da frase de Fernando Sabino: "No fim tudo dá certo, e se não deu certo é porque ainda não chegou ao fim."

A luta é árdua, mas a vitória certamente compensará todo o seu esforço. Continue acompanhando o Portal Concurso Público, pois nossa missão precípua é ajudar você a superar os obstáculos que possam surgir no seu cotidiano de concurseiro.

A luta continua.

Paciência e Persistência!!!